Siga-nos
adestrar gatos sem estresse

Aprenda como adestrar gatos sem estresse

Ainda há quem pense que os gatos não podem ser treinados. É verdade que, tendo natureza menos sociável que os cães, os gatos demoram mais tempo para serem treinados, mas isso não significa que tenham menos capacidade de aprender. A maioria dos gatos pode aprender truques com bastante facilidade.

A chave para treinar gatos é encontrar maneiras de motivá-los. Quer saber como adestrar gatos? Fique por dentro no post de hoje!

Sim! Os gatos podem ser treinados e educados

Ao contrário dos cães, os gatos tipicamente se comportam de modo independente e territorial, mas também são capazes de viver em grupos sociais e, claro, desfrutar da companhia do seu dono.

A necessidade de interação social influencia a treinabilidade de um animal. Quanto maior a interação, mais motivação para o treinamento. No entanto, a treinabilidade não tem a ver com a capacidade de aprendizagem. Em outras palavras, os gatos são tão capazes de aprender como os cães, mas não sentem nenhum prazer nisso. Os gatos não gostam de servir ao seu dono.

Então, qual o segredo de adestrar gatos?

A chave para adestrar um gato é sempre usar o reforço positivo como base para a educação e formação. Os gatos são muito sensíveis à punição, e as broncas não trazem resultados positivos. Por outro lado, parte do segredo do sucesso ao treinar um gato está em saber motivar e educar. Esse treinamento deve começar o mais cedo possível.

Como adestrar gatos com prêmios

A melhor maneira de educar um gato é pelo reforço positivo. A lógica é clara: quando um comportamento tem consequências positivas para o gato, o animal tende a repeti-lo. Isso significa que, se recompensar o seu gato a cada vez que ele fizer algo que você quer que ele faça, o bichano vai entender que esse é o caminho certo e repetirá o comportamento.

Você pode premiar com a comida favorita, carinhos, palavras carinhosas ou brincadeiras. Escolha o que você quer e premie o seu bichinho!

Riscos em adestrar gatos pela punição

Sempre que possível, escolha premiar o seu gato quando ele faz o que é certo, em vez de puni-lo pelo que ele faz de errado.

Aplicar a punição adequada, com o imediatismo, a brevidade e a intensidade moderada é muito difícil.

Os perigos de uma punição mal aplicada devem ser levados em conta:

  1. Evasão e não cooperação: a punição promove comportamento de evasão, mas nunca de cooperação.

  2. Medo e agressividade: muitos gatos reagem agressivamente contra o castigo porque se sentem ameaçados. Isso é muito perigoso, tanto para o animal quanto para o dono.

  3. Deterioração da ligação: existe o risco de que o vínculo entre o dono e o gato seja afetado negativamente.

  4. A punição gera uma aversão à situação, o que impede o relaxamento do animal e aumenta a dificuldade de aprender o que é ensinado.

Como treinar um gato com tempo, paciência e amor

A receita básica para aprender como adestrar gatos é a paciência e o carinho, como acontece com outros animais ou mesmo com crianças pequenas.

Os gatos são animais muito inteligentes e têm grande capacidade de aprendizagem. No entanto, é necessário dedicar tempo e atenção ao seu bichinho para que ele possa entender e se acostumar com a vontade do dono. A chave é não tentar ir muito rápido nem exigir demais do animal. O segredo é paciência e amor.

E você? Já adestrou o seu gato? Comente com a gente!

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Como cortar unha de gato sem machucar o pet
Como cortar unha de gato sem machucar o pet
5 Comentários
  • Nunca tive gato, recebi em minha porta um gatinho e adorei. Mas sempre foi muito arisco. Ele morde a minha filha de 4 anos. Morde com vontade, Não sei i que fazer. Vocês podem me dar alguma dica. Abcs, Renata

    • Oi Renata, depende muito da idade dele e de tudo que passou nas ruas. Se for filhote pode ser que está trocando os dentes, e a mordida ajuda a coçar a gengiva. A primeira coisa a se fazer é levar ele até um veterinário para uma consulta e agendar sua castração. É importante que ele não tenha acesso a rua. Tente brincar com ele pois pode ser que ele está com muita energia acumulada, principalmente se for filhote. Abs Equipe Areia de Gato

  • Joice Alves de jesus
    Responder

    Meu gato fica pedindo comida toda hora e enquanto não recebe a comida fica miando oq eu faço??

    • Oi Joice, alguns gatos gostam de comer comida diferente de ração seca, por isso o indicado é você comprar sachês pra ele. Toda vez que ele pedir comida você dá uma colherzinha de sachê pra ele. Ele vai adorar! Se você quiser pode trocar o sachê por um frango desfiado sem tempero, atum fresco ou carne moída sem tempero também. Abs Equipe Areia de Gato

  • Ticianne Benites
    Responder

    Tenho três gatos castrados ( dois machos e uma fêmea) e todos são bem educados e adestrados. Por exemplo, nunca sobem na mesa enquanto tem gente comendo, nem pedem comida enquanto nos alimentamos. Tratamos com muito amor e carinho nossos bichinhos. Porém falamos de forma um pouco mais ríspida quando fazem besteira, mas isso só quando pegamos eles no momento da bagunça e nunca batemos. São nossos amores! Amamos te-los conosco!!!

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora