Siga-nos
Briga de gatos: aprenda como manter a paz no lar

Briga de gatos: aprenda como manter a paz no lar

Se, em vez da inimizade entre Tom & Jerry, você possui dois Toms no maior arranca-rabo dentro de casa, muita calma nessa hora! São várias as razões que levam os felinos a se estranharem. Todavia, é possível evitar a briga de gatos e proporcionar uma convivência mais harmônica entre eles.

Você tem o costume de simpatizar com todas as pessoas que lhe são apresentadas? É comum demorarmos um pouco para nos adaptar ao jeitinho de uma nova pessoa, não é mesmo? E assim também ocorre no mundo animal. Principalmente em se tratando desses bichanos, que são seres detentores de território. Conheça agora algumas dicas que trarão paz para o seu lar.

Paixão por gatos

Já sei: você adotou um gatinho, apaixonou-se por ele e, ao se deparar com outro, não conseguiu resistir e resolveu ficar com ele também. É totalmente compreensível. Afinal, cuidar de gatos é uma paixão viciante e quase impossível direcioná-la para um só.

Só que introduzir um novo membro na casa não é uma tarefa fácil, pois muitos bichanos não aceitam a presença de outro. Também acontece de os gatos conviverem bem por muito tempo e, do nada, começarem a incomodar.

Ambos os casos não requerem muito segredo para apartá-los, mas a paciência será fundamental para observar e respeitar o comportamento dos animais diante desse novo cenário.

Cada um tem o seu

Primeiramente, é imprescindível separar todos os reservatórios: água, comida e caixa de areia. Cada um com o seu cantinho próprio. Dessa forma, você assegura que os bichinhos não se sentirão ameaçados em seus pertences diante de um novo integrante.

Briga de gatos: quando um não quer, dois lutam

Ainda que um dos gatos seja mais dócil que o outro, nunca os deixe sozinhos no mesmo recinto. Aquele de temperamento mais tranquilo pode não conseguir reagir, mas vai ser facilmente machucado pelo oponente. Ou seja, vai rolar uma luta!

Lembre-se de que você não conhece o gato que chegou agora, e ele ainda não está à vontade na nova casa. Uma boa opção é cortar as unhas para que um não possa ferir o outro durante as brigas. Mesmo assim, é imprescindível que você se mantenha por perto tomando conta.

Aproximação gradual

Para o novato, é impossível “chegar agora e já sentar na janela”. Ele não deve ficar solto pela casa, curtindo um “bem bom”. Por enquanto, deixe-o em um cômodo separado dos veteranos. Isso evita que eles ataquem o calouro.

Após um tempo, faça a apresentação: primeiro apenas pelo olfato e visão, sem toque nem risco de acidentes. Essa orientação também vale para um gato que acabou de chegar do veterinário.

Note que a reação dos outros tende a não ser nada positiva. Deixe que eles se habituem ao cheiro daquele que acabou de chegar, para depois soltá-lo no ambiente. Ainda assim, a aproximação demanda supervisão do dono.

Treinamento com brincadeiras

No momento das brincadeiras, uma boa alternativa para evitar as brigas é separar os dois gatos: colocar um na caixa de transporte, e outro de fora. Durante esse momento, além de brinquedinhos, distribua petiscos para que eles entendam como é agradável compartilhar o dono e associem ao quanto será bacana dividir o mesmo ambiente.

Truques infalíveis

  • Esfregar tecidos de algodão em um dos gatos e colocar próximo à cama ou debaixo do reservatório de comida do outro também faz com que eles relacionem o cheiro do rival ao bem-estar.
  • Após cada tentativa de ataque, vale dar uma bronca para que o agressor perceba que está errado.
  • Se, ainda assim, eles permanecerem estressados, não precisa atirar o pau no gato brigão. Você pode usar um spray com água para borrifar naquele que começa a rosnar com atitude hostil.

É óbvio que a castração também se destaca como alternativa bastante eficaz que apaziguará os gatos encrenqueiros, sobretudo o macho. Por isso, é de extrema importância considerar essa sugestão, já que após o procedimento eles se tornam mais serenos e menos agressivos, evitando que ocorra mais briga de gatos.

Você aprendeu como adestrar seus gatinhos. Mostre agora para seus amigos que este artigo pode ajudá-los. Compartilhe!

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
6 Comentários
  • Meus gatos são todos castrados, mas um macho vive atacando uma fêmea de porte pequeno, já fiz tudo isso é mais um pouco, faz 3 anos.. ela tbm não colabora, faz xixi por todo canto. Tbm não sei o que fazer com ela. Amo demais esses dois.

  • RESOLVIDO: pessoal, meus dois gatos – uma femea e um macho castrados – depois de tres anos de convivência começaram a brigar. Tentei varias coisas até que uma veterinaria me indicou Florais (em geral conhecidos como florais de bah). Tem especificos para animais. Com composições para diferentes problemas… stress, convivência, saudade do dono ets. estou dando o de agressividade faz três meses: pararam de brigar. tentei parar duas vezes de dar as gotinhas e voltaram. agora não paro mais, mas resolveu. disse a veterinaria que depois de meses posso parar de dar….

    • Oi Ana Tereza, agradecemos por dividir conosco sua experiência! Com certeza irá ajudar muitos outros tutores de gatinhos! Abs, Equipe Areia de Gato

  • Jackeline Monteiro Sousa
    Responder

    Essas dicas são ótimas. Estou com um caso de um que nada disso tem ajudado muito, mas não vou desistir. Na maioria das vezes dá super certo. Bjs

  • Já tentei de tudo. Eles querem se matar quando se encontram. Isso já se vão 7 meses e o ódio só aumenta. Um deles chegou a mudar as atitudes ficando agressivo até com outros animais que já era acostumado. Muito ruim é me intristece pois tenho que optar em ficar somente com um deles

    • Oi Sônia, o gatinho que está agressivo pode estar com muita energia acumulada! Tente estimular ele com brincadeiras para ele relaxar um pouco! Sempre que o outro gatinho estiver perto dele e ele se comportar bem recompense-o com petiscos e bastante carinho! Pode demorar um pouco mas eles vão se acostumando com a presença do outro! Abs, Equipe Areia de Gato

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora