Siga-nos
Doenças de gatos: conheça FIV, FELV e PIF

Doenças de gatos: conheça FIV, FELV e PIF

Quem tem gatos sabe: eles são uma excelente companhia. Os donos fazem de tudo para que o animalzinho se sinta bem, assim como ele os faz sentir. Pensando na saúde e no bem-estar do seu felino, trouxemos para você informações importantes sobre algumas doenças de gatos, consideradas as mais perigosas por ainda não terem tratamento. Conheça melhor a FIV, FELV e PIF e aprenda a preveni-las ou detectá-las o mais cedo possível. Seu gatinho agradece!

Aids Felina (Feline Immunodeficiency Virus – FIV)

A FIV é transmitida por meio do contato com a saliva ou o sangue de outro gato contaminado. Não há indícios de que a relação sexual seja um meio de propagação e ela não contamina seres humanos. A Aids Felina é encontrada principalmente em machos, por se envolverem com maior frequência em brigas e acabarem saindo machucados.

Para evitá-la, é preciso tomar cuidado com os comedouros, bebedouros e caixas de areia, pois o bichano fica mais exposto à doença quando entra em contato com secreções e excrementos de outros gatos.

Infelizmente, não há vacinas para preveni-la, mas o gato portador de FIV pode ser seu sistema imunológico fortalecido por muitos anos. O efeito do vírus aparece depois de um longo tempo, e quando os sintomas aparecem, podem ser tratados com os devidos medicamentos. A expectativa de vida do bichado pode ser normal, podendo atingir seus 15 anos ou mais.

Febre, gripe, diarreia e feridas na boca são alguns dos vários sintomas que podem aparecer. A doença é comprovada por meio de exames em laboratório.

Periotonite Infecciosa Felina (PIF)

A PIF é uma doença causada por um vírus. Sua incidência é maior em filhotes de 3 meses a 2 anos de idade e em gatos mais velhos, que têm o sistema imunológico enfraquecido. A transmissão do vírus pode ocorrer na gestação ou pela amamentação, pois o vírus é passado pela mãe. Gatos de raça pura, como os Bengals e os Persas, são mais predispostos a desenvolver a PIF.

Gatos contaminados que passaram por algum tipo de estresse podem ter as defesas do seu organismo diminuídas, facilitando a contaminação. O controle da doença é difícil, principalmente se o local tiver muitos animais.

Para preveni-la, reduza ou elimine ao máximo o estresse dos felinos. Isso pode ser feito por meio da separação de objetos pessoais, como as vasilhas de água e comida. As caixas sanitárias merecem atenção redobrada, pois a contaminação pelo vírus da PIF se dá a partir do contato de um gato saudável com as fezes do portador.

Não há vacina no Brasil que possa ser usada contra a PIF, Quando um gato é diagnosticado com a doença, sua expectativa de vida pode variar de alguns dias até poucos meses.não é muito alta, variando de alguns meses até mesmo a poucos dias.

A doença pode aparecer de várias formas, não existido sintomas específicos, mas alguns deles podem ser lesões oculares e neurológicas. Ela pode ser identificada por um exame laboratorial.

Leucemia Felina (Feline Leukimia Virus – FELV)

Essa doença também afeta o sistema imunológico do gato, deixando-o fraco e possibilitando o desenvolvimento de comorbidades que podem levar à morte. A FELV é responsável por 30% dos óbitos de felinos com algum tipo de câncer. Após o diagnóstico, a maioria dos gatos morre em até três anos.

Ela é transmitida pelo contato com outros gatos em diferentes situações. Por exemplo, no momento do parto, da amamentação e por meio de secreções como saliva, lágrimas, fezes e urina. Aqui vai uma boa notícia: gatos com FELV podem conviver com gatos saudáveis, basta estarem vacinados com a quíntupla!

A vacina contra o vírus da Leucemia Felina é um dos meios mais eficientes de prevenir a doença. Os sintomas são diversos, como alterações comportamentais, problemas na gengiva, febre e anemia, mas o diagnóstico é feito somente por meio de exames laboratoriais.

Agora você já conhece as diferenças entre FIV, FELV e PIF e sabe como evitá-las, garantindo a saúde do seu gatinho. Caso ele apresente algum sintoma, leve-o ao veterinário imediatamente.

O que achou deste post? Você já conhecia essas doenças de gatos? Lembra de mais alguma que não abordamos aqui? Para compartilhar a sua história ou passar mais informações, deixe seu comentário!

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
39 Comentários
  • Oi gostaria de saber se Interferon é oral ?
    E uma outra pergunta é que eu tinha dois gatos e um Morreu de felv e suspeita de Pif, tem alguma possibilidade do outro ter contraído? Depois que descobrir deixei eles separados,e até hoje não tive condições psicológicas de limpar o quarto aonde o que tava doente estava… porque eu sofrir muito e já tentei entrar naquele quarto mas vem um filme na minha cabeça e eu fico péssima….e já tem 2 meses, e estou com medo do meu gato que ficou ter acesso a esse quarto de novo, tem riscos? Desde já obrigada!

    • Oi Mi, é importante você fazer os exames no seu gatinho pois pode ser que ele tenha contraído a doença enquanto estava convivendo com o outro. É muito difícil perder um gatinho, só o tempo irá amenizar essa dor. Torcemos para que seu outro gatinho esteja saudável e que ele viva muitos anos com você. Sobre o remédio mencionado, o ideal é você procurar a ajuda de um veterinário. Abs Equipe Areia de Gato

  • Apartir de que idade aparece nos exames se o gato tem ou não alguma doença .

    • Oi Flávia, dependendo do exame o recomendado é fazer após os 6 meses de idade. Porém, filhotes recém nascidos o ideal é fazer os exames na mãezinha, se o gatinho nunca viveu sozinho na rua ou com outros gatos que não são da mesma ninhada, a única forma de contágio seria de mãe para filho. Os exames seriam mais assertivos. De qualquer forma, entre em contato com um veterinário para esclarecer todas as suas dúvidas. Abs Equipe Areia de Gato

  • Vania Renata Alves
    Responder

    Meu nome é Vânia… Tenho uma filhotinha de quase 5 meses.. Adotamos ela com 50 dias de nascida e logo já apresentou algumas diferenças q só viemos ente der depois como uma pequena diarréia, falta de apetite, ate q veio a frente na segunda dose da 1 vacina… Ela ficou muito mal, achamos q íamos perde-la… Mto tristonha, não se alimentava, sentia dor…. Nossa vet. Mls orientou sobre as possibilidades dessas doenças e logo ficamos muito tristes por ver o sofrimento dela e não termos muito o q fazer… Logo o resultado do exame + pif… A orientação da Vet foi muito importante e a nossa FÉ fundamental…. Não desistimos… Ela d
    Chegou ate a ficar internada no soro… Enfim… A Vet nos indicou tratamento com Leoucogen para trabalhar a imunidade dela, vitaminas pra apetite e Pastinhas nutritivas q ajudariam.com a alimentação dela (Supri Gatos, Promun Cat past e a Recovery)… Deixando ela mais forte… Com tudo principalmente colocamos nossa fé em ação pedindo graça ao.Autor de todas as coisas, e nossa parte com toda medicação e alimentação especial… Nossa Luna esta super saudável, brinca!!! (E como é sapaquinha rsrs) enfim… Vencemos ate aki… segue em uma vida normal … saudável!!! alegre e brincalhono como todo gato filhote…como sempre digo a ela….estamos juntas ate o final pra sempre… E eu passando por aki pra deixar esperança pra quem assim como nós passamos por esse pesadelo… E dizer… Tenha fé do Pai… Tenha um ótimo profissional para orientação e muito muito amor…daquele q transborda… 😍

    • Oi Vânia, ficamos muito emocionados com seu depoimento! Que linda história de superação de vocês! Agradecemos por dividi-la conosco e com os fãs da página! Desejamos muita saúde e muitos anos de vida para Luna!!! Abs Equipe Areia de Gato

    • Oi Vânia meu gato está com os mesmos sintomas. Vou fazer um exame nele para ter certeza. Estou morrendo de dó dele. Comprei o a/d para ele. Mas até para ele fazer xixi tenho q levar pq ele não caminha. E ainda ele se torce todo dando convulsões.

  • Bom dia sou eu mimica já escrevir um comentário aqui antes pois então, meu gato além de estar com felv, cistite, está com PIF, eu estou arrasada, a veterinária passou remédios e vitaminas, para ver se tem possibilidade do organismo dele reagir, ele as vezes fica feliz, outras triste, sera que é por causa de tantos medicamentos?

    • Oi Mimica, nossa seu gato é um guerreirinho, não é fácil lutar contra tantas doenças. Pode ser os medicamentos, veja com o veterinário se tem algum medicamento que está ocasionando esse efeito colateral nele. Estamos torcendo para que ele se recupere e volte a ser um gato 100% feliz. Abs Equipe Areia de Gato

  • Meu gato fez exame de sangue e deu reagente a felv, fora isso ele ainda está com cistite, eu sinceramente não sei oque fazer, ele tá sendo acompanhado pela veterinária mais não melhora, está com a respiração ofegante e não se alimenta, não consegue dormir etc…E Minha dúvida é, ainda tem chances desse exame dar não reagente se fazer depois ? 😞

    • Oi Mimica, é muito importante que você o leve a um veterinário da sua confiança. Ele vai poder esclarecer todas as suas dúvidas e solicitar os exames adequados para o caso dele. Se você não está sentindo firmeza nessa veterinária consulte outra(o), é sempre bom ter uma segunda opinião. Abs Equipe Areia de Gato

  • Comprei um gatinho a 5 meses…hj ele está com 7 meses e dês q chegou apresentou um cocô diferente tipo bolinho e com um pouco de sangue….a princípio a veterinária achou q seria guardiã….como não melhorou fiz exame de fezes e deu um protozoário…tratamos com antibiótico e repetimos o exame é novamente deu um novo protozoário q foi novamente tratado…mas depois de 10 dias novamente voltou a fazer o cocô tipo bolinho…foi onde a veterinária pediu o exame de sangue completo e HOJE descobrimos q ele tem a PIF nível 6 a veterinária disse q é o último estágio da doença ….estou arrasada sem chão pois tenho mais 2 gatos e estou super preocupada…nunca havia ouvido falar dessa doença….o gatinho com PIF nem parece q está doente pois é super gordinho e come super bem…. só o cocô q dês fez enquanto sai diferente…aí dou o biocanis e td volta ao normal ….estou desesperada sem saber ia fazer.. ..poderiam me orientar oq fazer???? Oq fazer com os outros??? Pode acontecer dos outros não contrair a doença mesmo convivendo junto???

    • Oi Aleksandra, a PIF acomete gatinhos entre os 4 meses e 2 anos de idade. Pode ser transmitida para gatos com mais idade também caso o sistema imunológico deles esteja debilitado. Se os seus gatos tiverem mais de 2 anos de idade e forem saudáveis é bem possível que eles não tenham contraído o vírus. O mais indicado é você conversar com seu veterinário para saber se há a necessidade de fazer exame nos outros gatos e se você precisará separá-los por um tempo. Alguns gatos podem estar com o vírus e não o desenvolverem. É importante que você mantenha a caixinha de areia sempre limpa pois a transmissão se dá pela ingestão de fezes do gatinho com PIF. O veterinário é a pessoa mais indicada para tirar todas as suas dúvidas. Abs Equipe Areia de Gato

  • Estou com 2 gatos felv, um recuperação de anemia. A outra, assintomática. Tenho outros 6 negativos e vacinados com a quintupla. Ñ convivem, nem os 2 felv, pois fui informada q a vacina só protege 70%. Aqui é dito q podem conviver positivos e negativos, desde q vacinados. Fiquei em dúvida.

    • Oi Edwiges, a quintupla protege sim os gatinhos saudáveis. O ideal que todos estejam castrados e vacinados, assim você não terá problema! Abs, Equipe Areia de Gato

  • SILVIA GABRIELA COSTA DE OLIVEIRA
    Responder

    Olá, estou à procura na internet de respostas sobre o convívio de um gato Felv e outros sem Felv e vacinados com a quintúpla. Resgatei um gatinho e descobri que é positivo para Felv, ele não apresenta sintomas da doença, a não ser dificuldade de cicicatrização, pois o peguei machucado e está custando a melhorar as feridas, está quase.
    A questão é que tenho outros 5 gatos, todos resgatados e negativos para Felv, testei todos e vacinei as duas doses da quintupla.
    Acontece que já consultei alguns veterinários, sendo que cada um fala uma coisa, já me falaram até para sacrificar o gatinho Felv, mas essa hipótese está fora de cogitação, pois ele está super bem. Ele está isolado dos demais em um quarto, já faz quase 3 meses e estou morrendo de dó. Gostaria de saber se não estarei colocando a vida dos outros em risco colocando-os em contato com o Felv+.
    Estou muito pedida e graças a Deus achei esse blog.
    Obrigada.

    • Oi Silvia, existem vários estudos que afirmam que a quintupla protege contra a FELV sim. Gatos FELV + podem ter uma vida saudável e longa se forem bem cuidados, desconfie de profissionais que falam em sacrificá-los pois é uma crueldade isso. Gatinhos vacinados com a quintupla podem conviver com FELV +, certifique-se que o veterinário está mesmo aplicando a quintupla pois só ela protege contra a FELV. É importante que todos os gatos da casa sejam castrados para a boa convivência de todos. Abs Equipe Areia de Gato

    • Oi Silvia, a vacina quintupla protege os outros gatinhos da FELV sim, ela é essencial para que gatos FELV positivos convivam com gatinhos saudáveis. O importante é manter sempre a vacina em dia dos gatinhos que não tem a FELV. Quando vacinar, certifique-se que é a vacina quintupla mesmo, pois só ela é capaz de proteger os gatinhos contra a FELV. E desconfie de veterinário que pede pra sacrificar um gatinho FELV + pois é um absurdo, gatos com FELV podem viver anos sem sofrimento algum! Outro ponto importante, todos os gatinhos precisam estar castrados para melhor convivência! Abs Equipe Areia de Gato

  • seria uma pergunta uma gata com felv se cruzar com um gato que não tem passa pra ele? por favor me responda urgente

    • Oi Antonio, sim a Felv é transmitida pelo contato sexual entre os gatos, mas não só isso, através da saliva e fezes também. Por isso gatos com FELV só podem viver em ambientes com outros gatos vacinados com a quintupla. É importante castrar os animais para que eles convivam melhor, fora que evita filhotes com FELV. Abs Equipe Areia de Gato

  • Ola temos um gato em casa e foi confirmado estar com Pif ,estou preocupada,pois tenho uma cachorrinha que convive com ele ,gostaria de saber se tem algum problema os dois ficarem juntos

  • Meu filhote fez exame para titulacao de coronavirus antes de ser introduzido no ambiente onde vivem meus outros gatos O resultado deu 1:536 Queria saber se posso coloca-lo junto dos outros ou se essa é uma titualacao alta. Obrigada

    • Oi Maria Luiza, orientamos que você entre em contato com o seu veterinário para que ele possa te passar todas as informações necessárias sobre esse caso! Abs Equipe Areia de Gato

  • Minha gatinha pegou pif … Graças a Deus encontrei uma veterinária especializada em infecção felina e conseguimos reverter o quadro, não irá morrer, mas tenho que dar remédio manipulado para o resto da vida dela..

    Gostaria de partilhar isso com vcs, pif não tem cura, mas tem tratamento para reverter o quadro, quem precisar de maiores informações pode me contatar pelo facebook van Holger ou minha esposa Marcia Vasny…

    • Boa tarde !!!
      Tudo bem..
      Estava fazendo uma pesquisa sobre essa doença felina PIF.. estou muito preocupada, tenho uma gatinha linda e desconfio que possa estar com isso.. já fiz todos os exames e não deu nada , mas falta um que vai sair daqui 15 dias e é da PIF …
      Estou forçando alimento nela comprei aquele patê DA … para dar mais vitaminas bela.
      Vc comentou de um remédio manipulado para controlar essa coisa .. se caso realmente a minha pequena estar com isso como posso fazer para mandar manipular.
      Vc disse para procurar seu nome ou de sua esposa no Face mas infelizmente não acho.
      Espero que vc leia.
      Pois estou muito chateada não aguento ver minha Sophia nesta situação sem fazer nada. Por favor se poder me chama no face com meu nome completo..
      Só tem o meu ..não tem outro igual com o sobrenome.

      Vanita Adanski

    • Eu te procurei e vc nao me ajudou em nada, so disse q vc tinha conseguido. Obrigada

  • Acabei de encontrar um filhote na rua, mas tenho 2 gatos saudaveis em casa!
    O novo está separado, mas com qto tempo depois devo fazer os exames para testar PIF, FIVE E FELV?

    • Oi Victor, o ideal é você já fazer o teste antes de misturar com o seus gatos saudáveis! Abs Equipe Areia de Gato

      • Se o gato tem felv ou fiv, e o gato morre.
        Aquela doença pode ficar ali no local
        Que o gato costuma a ficar?

        • Oi Guilherme, os vírus da FIV e FELV não são resistentes fora do organismo. Por isso não há perigo de contágio no ambiente! Abs, Equipe Areia de Gato

  • Meu gato no seu exame deu fiv e megativo fevels quero repetir o exame depois dois meses ou agora pois quero fazer o. Exame do. Três doenças fiv fevels pif ele foi castrado e passa bem quero vacinalo com a qintupla nos três gatos tem uma gata que nao fiz o exame e tem q ue deu negativo fiv e fevels mas também vou repetir não sabia festa doença sempre vacinei contra raiva e as 10 vacinas e 4. vacinas. ,os meu gato vou atrás da quíntupla agradeco orientacao.

    • Oi Mara,
      O teste para pif é ineficaz, mais de 90% dos gatos foram infectados pelo coronavirus e vivem sua vida normalmente. O animal só tem pif quando ocorre a mutação do coronavirus. E ainda não sé sabe o que causa essa mutação, infelizmente.

      Quanto a felv, o ideal é que os animais sejam separados 30 dias antes de realizar o teste. Se vc tiver algum positivo para felv em casa, pode vacinar todos com a quíntupla. Caso todos os seus gatos sejam negativos e não tenham acesso a rua, vc pode dar a tríplice, que tem menor índice de sarcoma vacinal.

      Os gatos só precisam tomar 2 vacinas anulamente: a de raiva e a polivalente (que pode ser tríplice, quádrupla ou quíntupla) converse com seu vet pra ver qual se adequa mais ao seus babys

  • Roberta Nogueira
    Responder

    Boa tarde.

    Tenho sete gatinhos. Uma delas começou a emagrecer e descobrimos a FeLV. Ela paralisou as patinhas traseiras depois disso. Está com sonda alimentar e passa bem. Mais dois deles estão infectados sem apresentar os sintomas da doença.

    A pergunta é: a vacina garantirá a convivência entre todos sem risco de transmissão da doença? Eles estão separados no momento e aguardam a vacinação da semana que vem (sexta).
    Obrigada.

    Roberta Nogueira.

    • Oi Roberta, a vacina quintupla protegerá seus gatinhos saudáveis de contrair a FELV sim, eles poderão inclusive ter contato direto com o gatinho com Felv. O importante é vacinar somente os gatinhos que não possuem a Felv pois a vacina pode fazer mal para gatinhos com Felv! Converse com seu veterinário para ter mais detalhes sobre a vacina e sobre os testes de Felv para os outros gatinhos, se necessário! Abs, Equipe Areia de Gato

    • Oi Roberta, li o seu comentário e aconteceu o mesmo com a minha gatinha. Estamos fazendo o tratamento. Gostaria de saber como foi o tratamento da sua, se ela se recuperou e se as patinhas traseiras voltaram ao normal. Obrigada!

    • Como esta sua gatinha?

  • Tenho vários gato e sempre procuro cuidar muito bem deles, no entanto perdi um gatinho final de semana passado, foi tudo muito rápido. Ele ficou 2 dias muito tristinho,mas comendo e bebendo normalmente, na sexta feira da semana passada quando chegamos em casa ele já estava quase morto, tentamos socorrer internamos, mas ele não resistiu. Depois disso a outra gatinha, amiguinha dele perdeu a voz, a rouquidão ela é tão severa que quase não se dá para ouvir. Ela já vinha perdendo pelos a mais de um mês, acreditei que era normal devido ao período do ano mas agora já não acredito mais que o motivo seja este.
    Já levei ao veterinário, fizemos inúmeros exames de sangue, inclusive os para detecção de alguns dos principais vírus que atacam os gatos, mas até agora , nada. Estou muito preocupada, não sei o que fazer, não encontro nada na internet sobre rouquidão em gatos, só sei que ela não está normal. Ela já tem quase 10 anos. Por favor me ajudem a salvar minha gatinha. Pois o veterinário não conseguiu detectar nada de errado.

  • Tenho uma gatinha com 1 ano aproximadamente, q desde os 5 meses estamos em tratamento com ela. pois nos exames q fizemos antes da castração, as plaquetas dela deu muito baixa.. em todos os exames sempre entre 30 e 43. ate agora não a castrei por este motivo, porem levei a outro veterinário tb de confiança da familia e ele disse q pode operar desde q seja anestesia leve e ela tomar uma medicação antes da castração. Não sei o que fazer.

    • Oi Cintia, se você ainda está em dúvida procure uma terceira opinião, de um outro veterinário. Como se trata da saúde dela é sempre melhor se precaver de todas as formas. A castração é necessária, mas no momento certo, se ela ainda está em tratamento talvez seja prudente esperar um pouco mais. Abs Equipe Areia de Gato

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora