Siga-nos
adoção de gatos

“Graças à Miuxa descobri o que é amar incondicionalmente”

Sempre amei gatos, mas como sempre morei com meus pais e em apartamento, nunca tive a oportunidade de ter um. Minha mãe sempre dizia que não gostava de gatos (ela dizia “eles lá e eu aqui”) e eu a respeitava. Em 2014, enquanto morava sozinha em Manaus (a trabalho, pois sou natural do Rio de Janeiro), conheci uma linda gatinha que recém tinha tido seus filhotes no estacionamento do hospital onde eu trabalhava. Me apaixonei pela pequena, mas imaginava que logo ela iria embora. 3 dias após nos conhecermos, soube que seus filhotes tinham morrido, mas ela não foi embora ! Dava comida, água, remedinho quando necessário e muuuuuito carinho.

A gatinha ganhou além de um nome, muito carinho

Certa vez que meus pais foram me visitar em Manaus, levei-os para conhecer a gatinha e pedi sugestões para o seu nome. E assim “nasceu” Miuxa. Ela ficava sentadinha, todo dia pela manhã, na vaga do meu carro no estacionamento, esperando que eu chegasse com comida e carinho! Afinal, ela sabia que eu carregava um pote cheio de ração seca e úmida para ela no carro.

Miuxa não era castrada e por isso teve várias gestações

Meses se passaram e lá estava a mocinha grávida novamente. Tinha tanta peninha dela que entrei em contato com um veterinário para providenciar a castração logo após a 2a gestação; ele me informou que eu deveria esperar 50 dias após o parto para levá-la para a castração. Então fiquei atenta para o parto e assim que ela teve os filhotes, já comecei a cuidar do puerpério, porém em 2 dias novamente os filhotes morreram. E em 15 dias ela já estava novamente no cio! E não consegui castrá-la … Fiquei muito triste com isso mas a 3a gestação correu normalmente e os filhotes ficaram com ela até os 50 dias! Cuidei dela e dos nenéns com muito amor! Arranjei, junto com algumas amigas, donos para os nenéns e o veterinário estava a postos me esperando.

Miuxa finalmente foi castrada

Em um domingo levei a Miuxa para minha casa, no dia seguinte fizemos exames de sangue e em mais um dia, a castração ocorreu. A idéia inicial era devolvê-la ao estacionamento, mas … eu morava sozinha e tinha terminado um relacionamento recentemente e estava me sentindo muito triste e só. Assim sendo, Miuxa foi ficando, ficando … vacinas, 1a visita e 1o banho no petshop, casinha, lacinhos, perfume, …

Volta para o Rio de Janeiro e vida de rainha

Quando voltei para o Rio de Janeiro, para a casa dos meus pais, Miuxa foi também! E foi recebida como uma princesa. Hoje, ela evoluiu de princesa para rainha! Amada por todos, mas em especial pela minha mãe, que agora dá mais carinho para ela que para mim, rsrs. E Miuxa é apaixonada pela vovó! Ela passa o dia todo com minha mãe, dorme na cama com ela (até rouba o lugar do meu pai, rs). Mas quando chega a noite, a brincadeira corre solta comigo! Acho que Miuxa pensa que sou uma gata igual a ela, adoramos correr atrás de ratinhos e baratinhas de plástico! Sou completamente apaixonada pela moça, graças a ela descobri o que é amar incondicionalmente!

Agradecimento especial à Danielle Soares por compartilhar essa linda história conosco! 

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora