Siga-nos
Meu gato vomita às vezes... Devo me preocupar?

Meu gato vomita às vezes… Devo me preocupar?

Os vômitos esporádicos são uma queixa comum nos consultórios veterinários, e na maioria das vezes estão relacionados a problemas que precisam ser tratados. Como o vômito pode ocorrer em diversas doenças, o processo de diagnóstico da sua causa pode ser longo e envolver desde exames simples, como os exames de sangue e ultrassonografia, até aqueles mais complexos, como a endoscopia.

Meu gato vomita bolas de pelo…

O hábito dos gatinhos de se lamber sempre e a conformação de sua língua, com pequenas espículas que atuam como um pente, fazem com que eles acabem engolindo muitos pelos. Os pelos engolidos podem percorrer todo o trato gastrointestinal e serem eliminados nas fezes, que é o caminho ideal, mas em alguns casos acabam se acumulando no esôfago dos gatinhos, causando irritação e dificultando a passagem de alimento, até o momento em que o gato vomita esta “bola de pelo” – na verdade o formato é o mesmo do esôfago do gato, então não se trata de uma bola, mas de um formato cilíndrico. Em alguns casos os pelos podem se acumular nos intestinos dos gatinhos, e esta é a situação mais preocupante: a bola de pelo acumulada no intestino impede a passagem de alimentos e conteúdo gástrico e dificulta a irrigação sanguínea do intestino, podendo causar morte das células intestinais daquela região, perfuração intestinal, infecção generalizada e ate óbito. Portanto, se o seu gatinho engole muitos pelos, esteja atento para vômitos em grande quantidade associados a prostração – busque auxílio veterinário com urgência!

Meu gato vomita o alimento inteiro, pouco tempo depois de comer…

Talvez seu gatinho não esteja vomitando, mas regurgitando o alimento! Na próxima vez que perceber que ele vai vomitar, fique atento se ele faz movimentos fortes com a barriga, além de sons altos antes de vomitar – chamamos estes movimentos de mímica do vômito, e eles representam toda a força que o organismo faz para que o conteúdo do estômago faça o caminho contrário ao que seria natural e saia pela boca! Se o seu gatinho não faz estes barulhos e movimentos, é muito provável que ele esteja regurgitando, assim como os bebês humanos fazem com o leite, logo após mamar.

A regurgitação geralmente está associada a problemas no esôfago, como esofagite e principalmente o megaesôfago, que é uma condição em que o esôfago apresenta musculatura mais fraca e não consegue impulsionar o alimento para o estômago, como deveria. Este alimento se acumula no esôfago e eventualmente (em alguns casos pode ser muito frequente) é regurgitado. O megaesôfago pode ser uma alteração congênita, com a qual alguns gatinhos já nascem, ou adquirida ao longo da vida.

O diagnóstico do megaesôfago é realizado através de uma radiografia da região do pescoço, tirada após o gato ingerir um liquido contrastado – o esôfago, que deveria parecer um cano firme, estará parecendo um saco flácido – é neste “saco” que a comida se acumula. Diversas estratégias podem ser usadas para facilitar a alimentação de gatinhos com megaesôfago, sempre avaliando o que funciona melhor para cada gatinho – fornecer alimentos líquidos ou pastosos, colocar a vasilha em local mais alto, de forma que o gatinho não tenha que abaixar o pescoço para se alimentar, segurar o gatinho com apenas as patas de trás no chão, e o pescoço esticado, por alguns minutos após a alimentação, para que a gravidade auxilie na descida do alimento para o estômago.

Meu gatinho começou a vomitar hoje tudo o que come, além de uma espuma branca e um líquido amarelo…

O vômito agudo, que se iniciou há algumas horas ou dias, pode ter diversas causas. Um gatinho que vomita varias vezes em poucas horas corre sérios riscos de desidratar, por isso é importante que ele receba auxilio veterinário e se necessário, seja iniciada administração de medicamentos injetáveis e de fluidos intravenosos.

A pesquisa da causa do vômito é essencial para o sucesso do tratamento, e pode envolver diversos exames de sangue, ultrassom, radiografias, e até endoscopia. Por isso, se o seu gatinho está vomitando muito, deve ser levado a uma clinica veterinária com urgência. As causas mais comuns de vômitos nos gatinhos são a doença renal e as obstruções por corpos estranhos – é muito comum gatos engolirem linhas, que acabam se prendendo na base da sua língua mas entram ate o estômago ou intestino!

Ah! Não é preciso se assustar com a espuma branca, que é o muco normal que o estômago produz, nem com o liquido amarelo, que é a bile! Eles apenas nos mostram que não existe mais alimento no estômago do gatinho, apesar de ele continuar vomitando.

Ainda tem duvidas? Escreva nos comentários!

Silvia Trindade
Silvia Trindade

Sílvia Trindade é médica veterinária especialista em clínica médica de cães e gatos pela UFMG e mestre em ciência animal também pela UFMG. É mãe orgulhosa da Mia e da Gigi, duas gatinhas sem raça definida, que foram adotadas.

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
3 Comentários
  • Minha gatinha tem aproximadamente 3 meses e ultimamente tem vomitado, não é tão frequente, contei que aconteceu 3 vezes em dias diferentes. Isso começou a acontecer recentemente, não sei se o motivo é a troca da ração, além disso ela come bastante e muitas vezes nem mastiga direito, parei até de deixar ração no comedouro pra ela não exagerar. Percebi que nesse período de vômitos, as fezes dela têm ficado pastosas e com o odor muito forte, estou realmente preocupada, só que ao mesmo tempo ela não perdeu o apetite e continua bastante ativa.

    • Oi Yasmin, o correto é trocar a ração aos poucos pois pode dar reação sim. Tem que começar colocando 25% da nova ração e 75% da antiga, depois mude a proporção para 50% e depois coloque 75% da ração nova e o restante da antiga, por fim substitua completamente. Esse processo deve demorar no mínimo 3 dias. Porém nem sempre a ração nova poderá ser a ideal para sua gatinha, se mesmo depois da troca ela vomitar e o cocô estiver mole, volte para a ração antiga. Se esses sintomas permanecerem o ideal é levar a um veterinário pois pode ser uma verminose ou outro problema que somente o veterinário poderá diagnosticar. Abs Equipe Areia de Gato

  • Meu gato tem mais de 12 anos ,siames, e desde que peguei o da rua ele emagrece e engorda facilmente e vomita toda semana alimentos solidos .Ele é um gato que entra e sai de casa facilmente .Ja levei o no veterinario e acabei por deixando o sem diagnostico.
    Fez ultra som , deram soro subcutaneo varias vezes e nada de diagnostico….o veterinario acho que era agudo apesar de relatar ser ciclico.So me preocupo com o emagrecimento ciclico.

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora