Siga-nos
post-estendido-gato-no-cio-aprenda-como-cuidar-das-femeas

[POST ESTENDIDO] Gato no cio: aprenda como cuidar das fêmeas

Se você tem um animal de estimação que é uma fêmea, sabe que o período do cio pode ser mais difícil que as pessoas imaginam. E, no caso das gatas, não é diferente!

A partir dos 5 meses de idade, elas já podem entrar no cio, ciclo que pode se repetir a cada dois meses. É um tipo de situação que os donos de animais não castrados têm que aprender a lidar. Se você ficou interessado e quer saber como cuidar de gato no cio, continue conosco!

O que é cio de gato e quanto tempo dura?

O cio da gata é o período em que ela está fértil no seu ciclo e, por isso, ela vai procurar alguma maneira de acasalar. E elas têm um caso peculiar: normalmente entram no cio na primavera e no outono. Esse período pode durar por poucos dias ou até por longas semanas.

O período normal de duração é de entre 8 e 12 dias. Se a sua gatinha não ficar prenha nesse período, o cio se repete, aproximadamente, a cada dois meses. Mas, mesmo que ela tenha filhotes, é bom ficar de olho, pois ela pode entrar no cio menos de um mês depois do parto.

Ausência de sangue

Ao contrário das cadelas, o corpo das felinas não apresenta vestígios de sangramento quando está pronto para reproduzir. Isso dificulta bastante a identificação do cio. Por isso, fique atenta a sinais como mudanças de comportamento  — que você aprenderá em seguida — para não errar na avaliação!

Como identificar que o cio está chegando?

Como você já aprendeu, o outono e a primavera favorecem a chegada do cio. Isso acontece porque os dias se se tornam mais claros e compridos, favorecendo o início do período fértil. Uma ótima dica para prestar atenção! 

A partir daí, sua bichana pode ter cios a cada duas ou três semanas e tende a começar a levantar o bumbum, como se estivesse se preparando para o acasalamento.

O que influencia essa frequência é justamente a temperatura (mais quente) e a luz do ambiente em que ela vive.

Logo, aquelas que vivem em ambientes domésticos tendem a ter cios mais numerosos ao longo do ano, já que a iluminação e temperatura da casa são constantemente modificadas pelos donos, o que não ocorre nas ruas, por exemplo.

Como é esse período?

Se a sua gatinha manhosa já passou por um cio, você, com certeza, já percebeu! Ela fica carente, querendo atenção e dá certos “berros”, o que é difícil esquecer! Esse miado mais alto tem o objetivo de atrair o macho para o acasalamento.

A gata também começa a urinar com um odor mais forte, com o objetivo de demonstrar a sua disponibilidade para os machos que passarem por ali. Se você reparar, pode ser que ela eleve os quadris algumas vezes durante o dia, já que essa é a postura do acasalamento.

Ela também se esfrega contra as paredes, mobília e se enrosca nas pessoas com quem ela tem mais afinidade. E, obviamente, ela vai tentar fugir de casa, de todas as maneiras, para encontrar gatos machos.

O que devo fazer?

Algumas pessoas recomendam o uso de medicamentos para inibir o cio, mas isso é uma péssima ideia! Esses remédios podem causar muitos problemas de saúde para sua gata, aumentando consideravelmente as chances de ela ter alguma doença.

Alguns exemplos são os tumores no útero e nas mamas e processos de infecção.

Além disso, o uso de hormônios pode acarretar efeitos colaterais, como agitação intensa, vômito, diarreia, perda de apetite, diabetes, salivação, inflamação uterina e até o rompimento do útero!

A medicação anticoncepcional, quando usada ainda em 10 dias após o cruzamento, pode induzir a complicações, como más formações no feto, mumificação e piometra (distúrbio uterino) ou causar aborto.

A castração é a melhor solução

Afinal de contas, ela faz com que seu animal não entre no cio. O procedimento é feito por meio de uma cirurgia, com os médicos veterinários, em que o útero e os ovários da gata são retirados.

Essa medida pode acontecer em qualquer época decidida pelo dono, de preferência antes do primeiro cio. Gatas filhotes podem ser castradas a partir dos 3 meses de idade. A castração precoce pode até mesmo prolongar o tempo de vida do animal!

Caso sua gata esteja no cio, o recomendado é aguardar uma semana após o término do período fértil para castrar. Isso, porque durante ou após o cio os riscos de hemorragia durante ou depois da cirurgia aumentam. Na dúvida, pergunte a um veterinário de confiança sobre qual o melhor momento.

É preciso esperar que o animal tenha a primeira cria?

Muitas pessoas se perguntam se o animal deve ter, pelo menos, uma cria antes de ser castrado, pois assim ele teria uma saúde melhor. Mas essa não é uma necessidade real.

No fundo, a castração é boa para a gata e para você, como dono, que ficará mais tranquilo com um animal calmo e sem riscos de pegar doenças.

Como cuidar da sua gata nessa fase?

Você pode tentar acalmar sua gata durante a época do cio. Fazer carinho, brincar e acariciar pode abrandar a inquietação, mesmo que temporariamente.

Uma sugestão mais assertiva é recorrer aos difusores de hormônios felinos, vendidos no mercado. São objetos pequenos que, quando ligados à tomada duas semanas antes do cio, emitem odores que ajudam a minimizar as mudanças comportamentais, tão comuns nessa fase.

Atenção ao risco de fuga

Por falar em mudanças, é importante ressaltar que, apesar de drásticas, tais alterações não estão associadas ao risco de adoecimento do animal. Afinal, não existe qualquer ligação entre o cio e a manifestação de doenças.

O maior risco que ela estará correndo é o de fuga: isso mesmo! A maioria dos casos de evasões de gatas ocorre, justamente, na época do cio, devido à necessidade de sair para a rua.

Por isso, é importante planejar métodos para mantê-la em casa nesta fase: feche todas as portas e janelas e investigue a existência de buracos e frestas que favorecem sua saída!

Sinais de gestação

Fique ciente, também, de que apenas uma cruza pode não ser suficiente para que a gata fique prenhe durante o cio. Durante e após o ato é que seu organismo irá liberar os hormônios essenciais para a ovulação

É importante, também, conseguir identificar a gestação, caso ela ocorra. Por isso, separamos algumas dicas para lhe mostras como reconhecer essa situação. Confira!

  • Caso ocorra a fecundação, a gestão costuma durar, em média, 63 dias;
  • Alguns sinais básicos de gravidez são mamilos maiores, avermelhados, e com corrimento leitoso;
  • A barriga inchada é um sintoma posterior, aliado ao instinto de “aninhamento”. Ou seja, é quando a gatinha começa preparar um ninho seguro para dar a luz, como dentro do guarda-roupa, por exemplo, ou onde haja tecidos aconchegantes por perto.

Ao identificar qualquer um destes sinais após o cio, leve sua felina ao veterinário para diagnosticar e acompanhar a gestação.

Pronto, agora você já se inteirou sobre o assunto e sabe tudo sobre o gato no cio. Se você quer continuar tendo acesso a assuntos desse tipo e saber sempre como cuidar bem do seu pet, não pode deixar de assinar a nossa newsletter e acompanhar tudo de perto!

Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora