Siga-nos
Rinotraqueíte felina

Rinotraqueíte viral felina

O que é

A rinotraqueíte viral felina é similar ao resfriado comum em seres humano, raramente é grave e em geral se resolve no intervalo de uma a três semanas. É uma doença respiratória altamente contagiosa entre os gatos, que se caracteriza por espirros, perda de apetite, febre e inflamação nos olhos, podendo ser observado corrimentos oculares e nasais. Trata-se de uma virose causada pelo Herpesvírus felino tipo 1, e é responsável por 40 a 45% das infecções respiratórias felinas.

Como meu gatinho pode pegar a rinotraqueíte?

O virus é eliminado com as secreções nasais e lacrimais, assim como pela saliva, especialmente na forma de aerossol, pelos animais doentes. Gatinhos saudáveis que tenham contato com estes doentes poderão também se contaminar pelo Herpesvírus felino tipo 1.

Gatos saudáveis, com boa imunidade, e vacinados contra o Herpesvírus tipo 1, provavelmente não irão desenvolver a doença.

Quase todos os gatos que forem infectados se tornarão portadores assintomáticos para o resto da vida (assim como acontece nos seres humanos que contraem o vírus da herpes simples). A reativação do quadro de eliminação do vírus (gerando risco de transmitir para outros gatos) pode ser induzida por tratamentos longos com corticoides, estresse, amamentação e mudança de ambiente e/ou proprietários.

Os seres humanos não se infectam pelo Herpesvírus Felino tipo 1.

Quais são os sintomas da doença?

A doença aguda clássica apresenta sinais como rinite, conjuntivite, úlceras de córnea, secreção nasal, tosse, lesões com crostas no nariz e na face, úlceras na boca, salivação, depressão, febre. Em alguns casos podem acontecer ainda distúrbios dermatológicos e pneumonia. O aparecimento de infecções bacterianas secundárias é comum e, nesse caso, as secreções podem ter aspecto de pus. Em alguns filhotes mais susceptíveis, a doença poderá ser mais grave e evoluir para o óbito.

Devido às lesões em nariz e boca, além do mal estar, os gatinhos doentes geralmente param de comer e beber água, evoluindo para desidratação, hipoglicemia e outros problemas decorrentes da falta de ingestão de alimentos.

Como saber se meu gatinho está com rinotraqueíte?

O médico veterinário em geral diagnostica a rinotraqueíte felina ao realizar o exame físico em um gatinho que apresente os sintomas típicos da doença. Em alguns casos, pode ser necessária a realização de exames de sangue ou das secreções para confirmação do diagnóstico e para avaliação da gravidade da doença.

Se houver suspeita de pneumonia, será necessária também a realização de uma radiografia de tórax.

Como se trata esta doença?

Por se tratar de uma virose, como a gripe e o resfriado, não é possível fornecer medicamentos que atuem diretamente sobre o vírus. Desta forma o tratamento da rinotraqueíte felina se baseia no tratamento dos sintomas e em oferecer conforto, água e alimento para que o organismo do gatinho consiga combater a infecção.

Gatos que não estão comendo ou bebendo água em quantidade adequada precisarão de reposição de líquido por via oral ou venosa, de acordo com a gravidade do quadro. O médico veterinário irá avaliar a necessidade de medicamentos como antibióticos para controle de infecções bacterianas oportunistas e de anti-inflamatórios para redução da febre e dor devido às úlceras em nariz e boca.

Como prevenir a rinotraqueíte?

  • Vacinação – a vacina quádrupla felina imuniza contra a rinotraqueíte, sendo recomendada para todos os gatos desde a primeira dose de vacina, que geralmente é administrada entre 45 e 60 dias de idade
  • Evitar contato com gatos desconhecidos – como o animal pode ser portador e eliminar o vírus mesmo sem sinais muito evidentes da doença, é ideal evitar que seu gatinho ande sozinho nas ruas! Além disso, se o seu gatinho contraiu o Herpesvírus Felino tipo 1, você deve evitar que ele tenha contato com outros gatos (especialmente em momentos que houver secreções nos olhos, nariz ou boca), visto que estes poderão também se infectar e se tornar disseminadores da doença.

O vírus é inativado em período de três horas à temperatura ambiente  e é susceptível à maioria dos desinfetantes comumente utilizados e facilmente encontrados no comércio. Portanto, a contaminação diretamente de um ambiente em que não exista um gato transmissor é rara.

Concluindo: pontos-chave

A rinotraqueíte é uma doença do trato respiratório, em geral branda, como um resfriado, que acomete principalmente gatos filhotes ou com déficit de imunidade. Uma vez que forem contaminados, os gatinhos serão portadores do Herpesvirus Felino tipo 1, e a doença pode voltar a se manifestar em momentos de estresse ou outras doenças, quando ocorre queda na imunidade. A vacina quádrupla felina protege o gatinho contra a doença.

Silvia Trindade
Silvia Trindade
Sílvia Trindade é médica veterinária especialista em clínica médica de cães e gatos pela UFMG e mestre em ciência animal também pela UFMG. É mãe orgulhosa da Mia e da Gigi, duas gatinhas sem raça definida, que foram adotadas.
Postagens relacionadas
brinquedos para gatos
Como fazer brinquedos para gatos: 5 dicas incríveis
adestrar gatos sem estresse
Aprenda como adestrar gatos sem estresse
Seu gato arranha móveis?
Seu gato arranha móveis? Aprenda como resolver esse problema
Meu gato não usa mais a caixa de areia
Meu gato não usa mais a caixa de areia, é possível identificar o motivo?
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
Gatos amigos: 5 dicas para construir uma linda amizade
17 Comentários
  • Ola! Meu agto esta gripado faz 4 semanas, espirrava muito e lacrimeja em um olho so. levei ao vet, ele estava com muita febre . o dr deu remedio para febre e antibiotico, me deu as seringas para continuar administrando em casa. não consegui dar mais que 3 doses, pois ele eh muito nervoso. mesmo com as poucas doses nao percebi melhora na respiração, as veses ele fica com a boca aberta sem manuseio algum nele. nem o pego mais no colo por isso. pretendo levar de volta hoje. por que o antibiotico nao surtiu efeito nenhum, mesmo que em poucas doses? ele pode ser vacinado depois que melhorar? o que poderia fazer para amenizar a situação a longo prazo?

    • Oi Giselle, o ideal é você tirar as suas dúvidas com o veterinário pois só ele poderá diagnosticar o seu gatinho e medicar adequadamente. Se você não sentir confiança no profissional procure outro pra se sentir mais segura! Abs, Equipe Areia de Gato

  • Oi,sou eu Magda,levar ao veterinário eu levei,e os medicamentos,como nebacetim e dexametasona,foram recrutados por ela,assim como o antibiótico,um colírio e o xarope.So q não cura.

  • Minha gata tem rinotraqueíte,e não estou conseguindo curar o ferimento do nariz, está muito feio,já usei nebacetim,dexametasona e nada.Sera q cetoconazol daria resultado?

    • Oi Magda, você precisa levar sua gatinha ao veterinário. É muito perigosa a auto medicação, somente com o diagnóstico correto será possível prescrever o melhor medicamento para o caso dela! Abs Equipe Areia de Gato

  • Minha gata tem oito anos pegou uma gripe pela primeira fez nao come nada so baba e vive de boca aberta saindo uma secreção. O que eu faça mim ajude

    • Oi Lucy, você precisa levar sua gata ao veterinário urgente. É muito perigoso esse quadro, se ela não está comendo poderá adoecer ainda mais, quanto mais tempo passar mais difícil poderá ser o tratamento. Abs Equipe Areia de Gato

  • Boa noite! Adotei uma gatinha de um mês e meio e desde sexta tenho notado ela muito quietinha. Ontem já não queria comer nada e hoje estava bem abatida. Ela está com cheiro forte na boca. Ao contatar a pessoa que cuida do abrigo onde ela estava soube que suas irmãs morreram. Uma com panleucopenia e a outra com rinotraqueite. O que eu faço? Tentei um veterinário mas o horário estava avançado.

    • Oi Luciene, que triste que as irmãs dela morreram. Você tem outros gatos em casa? Não os deixem juntos nesse momento, até descobrir o que sua gatinha tem, as duas doenças citadas são altamente contagiosas, porém só o veterinário poderá diagnosticar o que ela tem. Tomara que dê tudo certo e ela se recupere logo! Abs Equipe Areia de Gato

  • Olá, meu gato está em tratamento a 4 dias.. gostaria de saber quando os sintomas começam a desaparecer e ele está lacrimejando muito, é obrigatório o uso do colírio, ou esse sintoma tbm vai sumir com o uso do antibiótico??

  • Além desses sintomas citados, meu gato estava com diarreia, defecando sangue, e com as plaquetas baixas. Mal conseguia sair do lugar. Foi muito rápido, em apenas 2 dias com esses sintomas aprensentados ele (infelizmente e com muita tristeza) veio a óbito, sem conseguirmos ter um diagnóstico. Teria alguma outra doenca, além da rinotraqueite, que pode ter sido a causa da morte dele? Ainda não consegui me conformar com a rapidez que ela se desenvolveu.

  • tenho dois gatos que estão com resfriado que não acaba nunca. Tem pelo menos 4 meses com sintomas de espirros com secreção esverdeada, olhos lagrimejando sempre, dorme o tempo todo, mas se alimentam bem. Comem só ração (wiskas). Não consigo nenhum medicamento pra isso?

    • Oi Rômulo, existe tratamento sim. Você precisa levar eles no veterinário para um diagnóstico correto! O tratamento pode ser demorado e levar alguns meses no caso de rinotraqueíte, o importante é saber que tem cura e iniciar o tratamento o quanto antes! Abs Equipe Areia de Gato

  • Se cacinar o filhote que já contraiu o vírus, ele estará imune?

  • Adorei a matéria,tenho dois gatos e já foram diagnosticados com a rino,já ouvi falar q mesmo já tendo a doença devemos vacinar pois eles poderiam ficar bom. Será verdade?

  • olá meu gato solta muito pelo, o que pode ser e o que devo fazer,,,,

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

Aproveite para comprar sua areia agora